Crônicas de Vëlimir
Seja bem vindo, ó nobre aventureiro ~! Que os bardos cantem a vossa glória na jornada que se apresenta diante de ti.

Inscreva-se no universo de Vëlimir e venha vivenciar diversas aventuras ao lado dos Guardiões dos Elementos!

Conheça o Universo de Vëlimir e divirta-se!

Venha participar do universo de fantasia de Vëlimir no RPG "Os Guardiões dos Elementos"! Torne-se um novo herói ou um vilão e deixe aqui a tua marca ~!

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

A Cidade de Harnov

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 A Cidade de Harnov em Sab Out 10, 2015 2:27 pm

Achlys

avatar
Achlys
Achlys

http://cronicasdevelimir.ativo-forum.com/forum

2 Re: A Cidade de Harnov em Dom Fev 14, 2016 12:42 am

Achlys

avatar
Achlys
Achlys

http://cronicasdevelimir.ativo-forum.com/forum

3 Re: A Cidade de Harnov em Sab Out 28, 2017 10:00 pm

Elyss

avatar
Admin. Elyss
Admin. Elyss


Do terraço de uma das construções da cidade, ela observava junto com a figura que a acompanhava. Não fosse por insistência do mesmo, não estaria usando um casaco reforçado, já que afirmava que os céus prenunciavam que uma nevasca logo cairia sobre a capital daquele reino gelado, ainda que continuasse afirmando que o frio não a incomodava tanto assim, apesar de nunca ter conhecido um lugar tão gelado assim. Pelo menos, havia conseguido convencê-lo a deixá-la andar descalça, sob o pretexto de que assim podia sentir as linhas ley que a conectavam com seu poder e, de fato, a permitiam enxergar.

E ela via tudo, ao contrário do que poderia se esperar dos olhos roxos opacos, que não reagiam à luz que neles tocava. O contorno de cada estrutura, o interior de cada cômodo, os movimentos das pessoas no chão e até mesmo as folhas que farfalhavam com o vento. Como haviam analisado, as grande capitais não haviam sido construídas aleatoriamente, e acompanhavam o mesmo fluxo de energia ao qual ela tinha acesso, o que tornava tudo tão mais conveniente para seus planos.

- A paz os tornou relaxados. - ela comenta, enquanto acarecia uma última vez antes de ativar seus poderes o crânio que sempre carregava consigo, cujos olhos de rubi ardiam com os sentimentos enclausurados dos mortos e dos vivos. - Mas não creio que vão reagir como o esperado. - dispara, só de reconhecer os campos de treinamento e o contorno de como as pessoas falavam: orgulhosas, diretas e confiantes. Já havia visto isso antes e sabia que, da mesma forma como quando se encurrala uma besta, não iriam se acorvadar diante de uma ameaça.

Mas no fundo, pouco importava mesmo.

Após se aproximarem nas sombras do prédio indicado por seu companheiro, ou pelo menos pela estrutura que ela devia procurar, ela toma um tempo para entendê-la: o número de pessoas lá dentro, os cômodos e entradas, sem deixar de notar o movimento em função de um guarda ter notado movimentação nos seus arredores. Tarde demais.

- Chaos Regen - ela recita e uma luz começa a sair do solo, tornando-se vermelha escura na medida que entrava em contato consigo. Dessa luz, ela dá a forma de pesadas e largas lanças luminosas e ameaçadoras, que são lançadas do chão na direção dos céus com um estrondo, caindo novamente em poucos segundos e causando destruição por onde caíam: crateras, a lateral de prédios completamente cortada como se fossem feitos de manteiga, e não de pedra.

http://scraphim.tumblr.com/

4 Re: A Cidade de Harnov em Sab Out 28, 2017 10:40 pm

Alaena

avatar
Admin. Alaena
Admin. Alaena

Observando a cidade da posição onde estavam, não pode deixar de fechar os olhos e jogar a cabeça um pouco para trás, inspirando o ar frio, sentido-o tocar-lhe rosto. Qualquer outra pessoa teria sentido um calafrio, mas para si, o toque do vento não passava de uma sensação confortável- os mortos eram seres que pertenciam ao frio e ao gelo, afinal. Abriu os orbes multicolores, fitando o céu esverdeado com nuvens negras à distância; conseguia ver detritos e ruínas suspensos no ar, flutuando.

Desde que fora aprisionado naquele lugar e trazido de volta, as cores do mundo haviam se alterado- tons de verde e negro e cinza, com pouca ou nenhum outra cor dominavam sua vista - e físico e espiritual se confundiam e se sobrepunham. Estavam sendo observados, sempre estavam, e não por qualquer coisa viva, mas de que adiantava se não podiam interferir? Era estranhamente satisfatório, o silêncio dos soldados e habitantes que permaneciam ali.

Quietos, porque o resultado daquele ataque havia sido determinado no momento em que fora idealizado.

- Não. Vão reagir exatamente como esperado.- Devolve, e para si aquilo era uma verdade absoluta. Conhecia o povo de Loriath, lembrava-se de suas reações, de quanto lutavam enquanto cobaias. Eram espécimes particularmente complicadas de se estudar.

De dentro das mangas de seu sobretudo preto, um líquido prateado começa a sair de sua manga, envolto por uma névoa fosforescente levemente esverdeada, e juntando-o em frente ao corpo, o brilho começa a se fortalecer, pulsando.

- Entsetzen - Ao terminar de pronunciar, a luz saia de suas mãos em direção aos céus, pintando-o de verde, e uma caveira negra aparece, olhos verdes brilhando, antes de desfazer-se em uma voraz fumaça negra, devorando os guerreiros. A Energia dos Espíritos do Medo se alastrava, e os soldados gritavam dentro da névoa negra, alguns desmaiando de horror.




The world is changed because you're made of ivory and gold
The curve of your lips rewrites history
http://ladyrosier.tumblr.com

5 Re: A Cidade de Harnov em Dom Out 29, 2017 2:10 am

Elyss

avatar
Admin. Elyss
Admin. Elyss


Ela pisca diante dos gritos de horror por aqueles atingidos pelo ataque de Rieyd, a similaridade com os sons que um dia passara anos escutando em seu lar, e mais ainda nas atuais ruínas deste. Não sabia se os invejava ou tinha pena daqueles desacostumados pelos horrores de Cenia e reagiam assim diante da provocação que vieram fazer.

- Devemos prosseguir. - ela diz, rapidamente mudando sua atenção, como se o que a fizera tirar o foco não merecesse tamanha importância. Não tinha como julgá-los tentar defender suas casas, seu orgulho, mas a mensagem de que não deveriam interferir deveria ser passada para evitar coisas piores, ou pelo menos assim enxergava.

Prosseguiu a criar uma escada que a levava até a abertura mais próxima feita por seu ataque no quartel onde se encontrava a Alta Câmara. Após entrar, sua presença fora recebida com um misto de surpresa, desconforto e inquestionável agressividade, e diante desses ela se resumiu a criar uma pequena agulha com seus poderes, lançando-a em alta velocidade contra os guardas que se colocavam em seu caminho e atingindo pontos vitais com precisão: para a missão, Rieyd havia se dado ao trabalho de apontar e diferenciar quais pontos seriam, já que ela, sozinha, não possuía qualquer conhecimento a esse nível de biologia.

http://scraphim.tumblr.com/

6 Re: A Cidade de Harnov em Dom Out 29, 2017 2:53 am

Alaena

avatar
Admin. Alaena
Admin. Alaena

Sentado em seu escritório no Quartel da Guarda, lendo documentos cheios de anotações da mãe - que mais se assemelhavam a ordens só para seus olhos - com o cenho franzido. Havia acaso de começar a escrever uma carta a Lorde Velkov quando sua porta foi aberta de súbito. Alphard ergueu-se da cadeira, a mão no cabo do sabre pronto para atacar, mas deteve-se quando viu a face aterrorizada do soldado. 

Com o relatório rápido, ele próprio empalideceu, antes de franzir o cenho.

- Mobilize os regimentos, agora! Dispare os alarmes de ataque!- E enquando andava para fora da sala, ligou o comunicador.- Aelroth, esteja na droga da Câmara!- Não era uma ordem, mais um apelo. Em ataques, coisas como rivalidades tinham de ser deixadas de lado. Passando da soleira da porta, largou o casaco no chão e correu, o mais rápido que conseguiu.

Entrado na câmara e parando, arregala os olhos ao ver Rieyd Al-Fayed. Estava... diferente. E uma criança que não conhecia, mas que parecia estar auxiliando-o. Pensa em ficaria depois, disparando espadas na direção de ambos. Al-Fayed apenas sorriu, tornando-se no-transparente, e as armas passaram direto através de si, como sendo não estivesse ali.




The world is changed because you're made of ivory and gold
The curve of your lips rewrites history
http://ladyrosier.tumblr.com

7 Re: A Cidade de Harnov em Dom Out 29, 2017 3:21 am

Elyss

avatar
Admin. Elyss
Admin. Elyss


As espadas que vieram na sua direção foram detidas por correntes que pareciam sair das paredes e do chão, feitas da mesma energia que adquirira uma cor vermelha e ameaçadora, contorcendo-se até ter amassado completamente as armas, rendendo-as inúteis.

- Vem outro. - ela anuncia para o companheiro, sem mover o rosto da direção de onde Alphard estava. - E soaram o alarme. - ela continua, tendo acompanhado a trajetória do mensageiro desesperado que atravessara o mais rápido possível para o posto mais próximo.



A mensagem do Black havia chegado enquanto já se mobilizava entre as ruas, direcionando os oficiais que encontrava que, sem saber como reagir, instruía para retirar os civis de perto o mais rápido possível: alguns pareciam prontos para lutar si mesmos e, enquanto uma reação nobre, dada a magnitude do que conseguira sentir de seu posto, não era algo com o que devessem intervir.

Navegando entre escombros, ele entrou em seguida ao primeiro ataque de Alphard na lateral de onde os intrusos se encontravam, sentindo seu sangue gelar diante da visão de ninguém menos que Al-Fayed. Antes que o assombro pudesse tomar conta de si, ele imbui seu sabre com o poder do astro-rei, lançando um ataque como uma onda de luz cegante e absurdamente quente, o suficiente para derreter a parede com que entrava em contato como se não fosse nada.

A luz de nada pareceu incomodar a criança ao lado do antigo criminoso, que apenas ergueu as mãos e criou uma parede que reluzia em luz vermelha na frente do ataque e o bloqueara com facilidade.

http://scraphim.tumblr.com/

8 Re: A Cidade de Harnov em Dom Out 29, 2017 4:08 am

Alaena

avatar
Admin. Alaena
Admin. Alaena

Bah, calor. Era algo que o desagradava desde a mistura de ectoplasma ao seu DNA. Não era uma fraqueza, apenas uma ligeira aversão. Desviou os olhos e teria parado o ataque, se Laurell, a quem a luz não incomodava, não o tivesse feito de forma tão eficiente. Inclinando a cabeça de leve, em tom de provocação, ectoplasma começou a escorrer das paredes avançando em direção aos homens.

Ergueu a mão, e dela saiu um raio verde, entrando em contato com o líquido e criando uma explosão de fogo verd, com o efeito de atingir os espiritos de Vasily e Alphard.


O que droga era aquilo escorrendo das paredes? Não teve dificuldade em desviar-se, mas ao tentar destruir a substância com uma espada, arregalou os olhos quando a lâmina simplesmente o atravessou, tendo de dar um salto para trás para escapar. Criou armas e lançou-as na direção deles, usando a velocidade para aumentar a força dos tiros.

Logo em seguida fez o movimento para desviar-se dos raios de Rieyd, mas percebeu logo que não eram os alvos, criando. Uma barreira de armas a sua frente para tentar aplacar o fogo, que ainda pegou em uma de suas mãos, fazendo-se contorcer




The world is changed because you're made of ivory and gold
The curve of your lips rewrites history
http://ladyrosier.tumblr.com

9 Re: A Cidade de Harnov em Dom Out 29, 2017 8:00 pm

Elyss

avatar
Admin. Elyss
Admin. Elyss


Diante do ataque do ataque e da reação de Alphard, julgou que um combate direto estava simplesmente fora de opções, uma vez que os ataque físicos simplesmente não conseguiam atingi-los da forma como esperavam. No entanto, a reação, ainda que de leve desconforto, quanto ao calor de seu ataque não passou despercebida de seus olhos, e, recuando para não ser atingido pela substância que tentava cercá-los, ele enfia a espada no chão, e a temperatura da sala, ou do que restava dela, começava a aumentar consideravelmente.

- Solis Ascensu - ele recita, e era como se o calor emanasse dele pela sala, chegando a recolher as chamas criadas, pois todas elas se curvavam diante do sol nascente.



A ela só restou bufar diante dos esforços da oposição, ainda que tivesse sido alertada de tal possibilidade passar de um mero aborrecimento. No entanto, o que a mais incomou foi o fato de ter avisado que não precisaria de um casaco, e o calor já começava a lhe incomodar bastante. Quanto as armas que foram lançadas, se a velocidade as tornava icômodas de aprisionar, prefereria atacar com o mesmo remédio: analisou suas estruturas, enquanto criações de magia, e replicou seu número na forma de um arsenal atrás de si, que foi de encontro direto com aquelas que lhe ameaçavam, criando uma chuva de fragmentos de energia e de metal estilhaçados no impacto.

- Você traria todo prédio abaixo para nos derrotar? - ela questiona, virando a cabeça para Vasily, e a realização de pessoas nos escombros, além daqueles que tentavam salvar os materiais e documentos ali pareceu cair sobre a postura do adversário, que vacilou diante de seu próprio ataque. Isso foi o suficiente para virar os olhos do crânio em seus braços, que brilharam ameaçadoramente na direção do Mashall, imbuídos pela energia de seus poderes.

No momento que seus olhos acompanharam o brilho das jóias que ocupavam o vácuo na caveira, era como se o cenário mudasse completamente. Durou apenas um segundo, ou menos do que isso, mas podia jurar ter visto os céus encharcados de sangue, com uma lua negra tomando conta da visão, e amalgamações de mãos saindo das paredes para alcançá-lo. Não tinha como ser uma ilusão qualquer, já que não precisou da sua própria compreensão para afetá-lo dessa maneira, drenando toda a cor de seu rosto e deixando a respiração exasperada.

http://scraphim.tumblr.com/

10 Re: A Cidade de Harnov em Dom Out 29, 2017 9:06 pm

Alaena

avatar
Admin. Alaena
Admin. Alaena

Sem muita cerimônia, largou o casaco preto no chão, revelando que um de seus braços com partes apodrecidas, o sangue esverdeado e o ectoplasma recobrindo as partes ósseas que apareciam. Era desconcertante, mínimo. A parte branca de seus olhos tornou-se negra, como que pintados com tinta, e abaixo das irises, era como se uma fumaça verde fosforescente existisse.

Das paredes, o ectoplasma ganhou mais viscosidade e força, consumindo detritos e pedras. Ao redor, a temperatura do local começou a despencar, vertiginosamente, e as coisas a flutuarem. O líquido escuro começou uma névoa negra, na qual podia se ver, ocasionalmente, a imagem de pessoas contorcidas em dor.

-Verschlingen - Ao terminar de recitar, a substância pareceu ganhar vida acendendo a névoa como pequenas correntes elétricas. Parecia entrar por debaixo da pele dos comandantes, pelos poros, se fundindo e devorando o ectoplasma no espírito deles. Não queria matá-los, não agora, possuiam um potencial para pesquisa interessante, apenas incapacitá-los.




The world is changed because you're made of ivory and gold
The curve of your lips rewrites history
http://ladyrosier.tumblr.com

11 Re: A Cidade de Harnov em Seg Out 30, 2017 7:42 am

Elyss

avatar
Admin. Elyss
Admin. Elyss


Não demorou muito para que, diante do último ataque de Rieyd e a forma como se misturava ao ar e tornava-se inescapável considerando os poderes dos dois, para que pandoriano rabia mais altos de Loriath estivessem caídos no chão, após agonizarem, efetivem te tentarem resistir por longos minutos aos efeitos do ataque. Ela observou com calma, limitando-se a rebater ou defender qualquer última tentativa de contra ataque que pudessem ter.

Ao final, procurou pegar o casaco do companheiro e lhe estendeu, aproximando-se sem receio.

- Acho que é o suficiente. - ela comenta, enquanto realizava um mapeamento dos estragos. Se tentassem mais alguma coisa, era bem provável que a construção cedesse como um todo.

http://scraphim.tumblr.com/

12 Re: A Cidade de Harnov em Seg Out 30, 2017 4:42 pm

Alaena

avatar
Admin. Alaena
Admin. Alaena

Aceitando o casaco com graça, colocou-o novamente no corpo, puxando suas extremidades para estirá-lo, além de arrumar a gola. Observou os corpos no chão - patético - e rodou isn’t olhos, colocando uma mão no bolso e estendendo outra à garotinha.

- Vamos sair daqui e reportar os acontecidos, antes que outro batalhão chegue.- Não que estivesse preocupado... Só seria incômodo.




The world is changed because you're made of ivory and gold
The curve of your lips rewrites history
http://ladyrosier.tumblr.com

13 Re: A Cidade de Harnov em Seg Out 30, 2017 6:40 pm

Elyss

avatar
Admin. Elyss
Admin. Elyss


Ela realiza uma última "varredura", por assim dizer, no local e nas proximidades: viu os guardas que tentavam chegar naquela altura do prédio, na vã esperança de auxiliar seus superiores em uma batalha que já estava perdida, e viu também pessoas andando de um lado para o outro nas ruas, ou procurando por alguém ou simplesmente perdidas em meio aos detritos que levantavam uma fina camada de poeira do chão. No entanto, o que a interessou foi captar a movimentação em postos distantes, o contorno de pessoas que pareciam enviar mensagens, ou pedindo ajuda ou, o que mais os interessava: informando o que aconteceu. Bom.

- Vamos. - ela concorda, segurando a mão que lhe fora extendida. Com isso, ambos desaparecem.

http://scraphim.tumblr.com/

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum