Crônicas de Vëlimir
Seja bem vindo, ó nobre aventureiro ~! Que os bardos cantem a vossa glória na jornada que se apresenta diante de ti.

Inscreva-se no universo de Vëlimir e venha vivenciar diversas aventuras ao lado dos Guardiões dos Elementos!

Conheça o Universo de Vëlimir e divirta-se!

Venha participar do universo de fantasia de Vëlimir no RPG "Os Guardiões dos Elementos"! Torne-se um novo herói ou um vilão e deixe aqui a tua marca ~!

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Inscrições para os Bispos -

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 Inscrições para os Bispos - em Dom Out 11, 2015 10:00 pm

Achlys

avatar
Achlys
Achlys
Aqui serão inscritos os personagens que exercerão os cargos de Bispos de Ishmarei. Aos personagens originários dessa região, não há necessidade de outras carteirinhas além de normal.

- - - ※ - - -
Código:
[b]Nome:[/b]
[b]Idade:[/b]
[b]Poder:[/b]

[b]Origem:[/b]
[b]Família:[/b]
[b]Função:[/b]

[b]Personalidade:[/b]
[b]História:[/b] [spoiler][/spoiler]
[center][b]Aparência:[/b] Normal || Baile || Inverno[/center]





- ❇ the gods play their games
http://cronicasdevelimir.ativo-forum.com/forum

2 Re: Inscrições para os Bispos - em Dom Out 11, 2015 10:21 pm

Alaena

avatar
Admin. Alaena
Admin. Alaena
Nome: Maegelle Oryr'i Baleryor
Idade: 24 Anos.
Poder: Energia Divina e Teletransporte | S+

Origem: Mellionór
Família: Desconhecida.
Função: Bispa responsável pelas Forças Militares.

Personalidade: Séria e austera, Maegelle tem como foco principal seu dever, e depois seu próprio bem estar e satisfação pessoal. É brutalmente honesta, parecendo não ter a mínima sensibilidade ou freio na língua, na verdade, ao falar a verdade pura e crua, sem nenhuma alteração, Maegelle acredita estar fazendo um bem: a verdade é dura e difícil, mas é melhor que mil mentiras. É extremamente responsável e segue regras à risca, além de ser excessivamente formal e referir a si mesma usando o nós ao invés do eu, uma característica de sua raça. Como fica até explícito por isso, ela está acostumada a pensar no conjunto, facilmente esmagando e reprimindo suas vontades e desejos ante o bem maior. Maegelle é metódica, seguindo sempre um cronograma determinado, não sendo a maior fã de mudanças e tendo dificuldade em adaptar-se à novas situações, embora consiga acostumar-se com o inusitado após algum tempo. É perfeccionista em suas tarefas, não gostando de deixar absolutamente nada mal feito ou incompleto. É de uma honradez extraordinária, apesar de seu exterior aparentar ser feito de ferro, e vê com maus olhos e desdém qualquer ato que vá contra suas leis e princípios morais, sendo esses basicamente: a justiça, a verdade, a igualdade, a generosidade e a bondade. Ideais bonitos, porém, o modo como Maegelle os anuncia demonstra a inflexibilidade de seu pensamento, a visão preta e branca do mundo, tendo dificuldade em enxergar e sentindo confusão quando lida com o cinza. Aos que observam esse seu comportamento, fica claro que este é seu maior defeito, o orgulho e a ideia de superioridade moral e ética que carrega consigo. Não costuma mostrar seus sentimentos, mantendo sempre a máscara de frieza.
História:
Spoiler:
Estendendo-se por uma longa dimensão de montes nevados, campinas verdejantes e rios calmos, Mellionór é o maior e mais belo mundo dos mundos sobre a influência de Eslien. Entretanto, por essa mesma razão, é também o que mais enfrenta o poder de Lasher, dos demônios e criaturas sombrias que espreitam nos limiares do mundo. Toda criança de Mellionór, mágica ou não, é ensinada desde cedo a temer a escuridão, a repudiar tudo aquilo que Lasher representa, e embora os ideais que regem o mundo façam-no parecer uma utopia, está longe de o ser. Governado por três príncipes eleitos pelo povo, chamados de Triarcas, o governo advoga a justiça, a igualdade entre todo e qualquer cidadão,e a segurança da população; no entanto, o modo como atuam é autoritário, quase marcial, e o povo aceita e obedece as regras impostas. É uma questão de necessidade, e foram só pela união e pela dura disciplina militar que Mellionór conseguiu revidar todo e qualquer ataque às suas fronteiras.  Toda criança mágica é entregue aos Triarcas e criadas desde jovens para servirem nas defesas de Mellionór, na tropa de elite chamada de os Paladinos, a principal linha de defesa contra todos os perigos que habitam o universo afora. São tropas disciplinadas e  brutalmente eficientes, criadas para pensarem no geral em detrimento do particular, para agir, obedecer e nunca duvidar. Corrupção é sinônimo de pena de morte para qualquer um dos envolvidos, e não pelas mãos da alta patente, mas pelos próprios membros da tropa. Foi nesse mundo que Maegelle nasceu, e, como portadora de magia, se tornar uma paladina sempre foi seu destino.

Desde que se lembra, Maegelle esteve com os Paladinos, e enquanto crianças passam sua infância brincando e despreocupadas com o mundo, ela passou a sua em um intenso treinamento, horas por dia, para chegar ao ápice da resistência física, mental e espiritual. Não havia dia mais fácil que o outro, e o único modo de desistir era a morte. Aos doze anos, Maegelle já era um membro de uma das forças mais letais do universo, e embora não todo dia enfrentassem uma das monstruosidades de Lasher, viviam em eterna guarda. Pelos seus poderes, ela atuava como uma das patrulheiras entre os regimentos. Era a mesma rotina de sempre, e algumas vezes o regimento de patrulha lutava contra algum demônio que tentava aparecia. Era um dia como qualquer outro na fronteira quando tudo mudou para Maegelle. No limiar entre as dimensões, duas criaturas de imensos poderes se materializaram, seres que nenhum regimento dos Paladinos sonhara em enfrentar, pelo menos não ao mesmo tempo: Malphas, o Corvo, e Naleph'y, o Tirano, dois demônios da alta hierarquia de Achroth. Quando o primeiro regimento foi atacado, Maegelle e seu grupo estavam mais próximos, e foram prontamente dispensados enfrentar os demônios. Entretanto, no meio do caminho, eles foram interceptados por outro demônio, uma de sorriso frio e de aspecto cadavérico, sobre quem todos eles já tinham ouvido falar sobre: Sith, o Flagelo, outro demônio de alta hierarquia. Mesmo com todo o treinamento, Sith era uma força que eles não esperavam, nem estavam equipados o suficiente para enfrentar. Engajaram num combate, mas logo ficou claro quem tinha a superioridade, e um a um eles foram caindo, até que só sobrou Maegelle, a líder da tropa, que em todo seu ressentimento pela morte de seus companheiros enfrentou o demônio com força renovada. Contudo, para cada força e ponto fraco que achava, Sith se recuperava, e no fim subjugou Maegelle, só não a matando porque, no momento em que ia desferir o golpe final, uma luz brilhou na fronteira, forte e intensa. Ali, do mesmo lugar de onde os demônios haviam surgido, Eslien se manifestou em toda sua glória, forçando os demônios a fugirem de Mellionór se quisessem permanecer vivos e curando a terra por onde passava. Ela levantou os soldados feridos e reconfortou as almas dos mortos, para em seguida reergueu a barreira entre o mundo e a fronteira, e por um tempo permaneceu naquele lugar, ajudando o governo e a população a se reerguer do pior massacre desde a Guerra do Sangue.

Para Maegelle, em particular, esse período foi devastador, pois apesar da presença reconfortante de Eslien, estava profundamente abalada pela perda de seus companheiros, sentindo-se perdida, confusa, com o sentimento que falhou em seu propósito.  Foi nesse momento que a carta chegou a Seraphium, e pela primeira vez ela sentiu-se tentada a aceitar a proposição, mas hesitava profundamente em deixar seu lar. Para o espanto de Maegelle, foi a própria Eslien quem se aproximou dela, e, olhando-a nos olhos, disse para ela ir. A Trono acalmou suas dúvidas, e a assegurou de que, quando seu dever em Ishmerai estivesse terminado, as portas de Mellionór sempre estariam abertas. Maegelle, então, aceitou seu novo dever, e prometeu que, dessa vez, não falharia
Aparência: Normal || Baile || Inverno
  



Última edição por Alaena em Sab Fev 27, 2016 8:34 pm, editado 1 vez(es)




I burn, I freeze; I am never warm.
I am rigid; I forgot softness because it did not serve me.
http://ladyrosier.tumblr.com

3 Re: Inscrições para os Bispos - em Seg Out 12, 2015 1:09 am

Elyss

avatar
Admin. Elyss
Admin. Elyss
Nome: Mnemosyne Vermillion Serylean
Idade: 16 anos.
Poder: Celestes e Penas | S+

Origem: Nefilim
Família: Emmily Vermillion Serylean (Mãe)[Morta].
Função: Bispa responsável por Guardar o Portal

Personalidade: A solidão fez marcas profundas na personalidade de Mnemo, especialmente no seu silêncio perturbador. A quietude predomina em todo o seu comportamento, chegando até a aparentar frieza e indiferença. No entanto, essa primeira impressão é completamente errônea para com seu verdadeiro jeito: delicado, justo e honrado. Ela não fica parada até mudar o rumo de uma decisão que causará danos a algo ou alguém, conseguindo ser excepcionalmente cabeça dura de um jeito só dela. Apesar de uma exima guerreira contra as forças sombrias, sua característica mais marcante em batalhas é sua piedade e misericórdia para com qualquer tipo de ser. Acredita na redenção, mesmo que antes dela tenha de ser aplicada uma penitência justa e pesada. Sua intuição é muito bem desenvolvida, sendo capaz de captar a verdadeira essência de uma pessoa em uma simples conversa ou, no mínimo, consegue sentir segundas intenções. Após os acontecimentos que se seguiram em sua vida, seu senso de respostas cínicas ficou mais duro e frio, como se ela não visse mais espaço para brincadeiras, nem mesmo com aqueles que mais lhe são próximos. Sua educação só não ultrapassa sua inteligência quando posta em prática, mostrando que de onde há um anjinho também pode sair uma das guerreiras mais calculistas para os inimigos que passam no seu caminho. O tempo que aprendeu a se virar sozinha somado ao sangue que corre em suas veias a fez ficar inflexível perante as desconfianças, mas também a fez adquirir uma dignidade de mártir, acreditando ser seu dever dar o máximo de si, atingir os seus limites pelos outros.

História:
Spoiler:
Fruto de um tabu, Mnemosyne teve sua solidão marcada desde o momento em que nasceu. Seu pai era um Elohim, um ser celestial puro e da casta dos Querubins, mas um guardião desprovido de alma. Sua mãe, Emmily Vermillion Serylean, era uma mulher já viúva, com um coração enorme, porém, já descrente para o amor. O destino, por bem ou por mal, decidiu que esses dois seres tão opostos se unissem, mesmo que tal ato fosse uma proibição imperdoável para os Elohims. Assim que a criança nasceu, seu pai fora executado friamente e, mãe e filha, perseguidas continuamente. Por anos sua mãe escondeu a criança e fugiu de seus perseguidores, mas seus esforços foram puramente em vão. Os carrascos não tinham permissão de matar dois mortais, mas uma punição foi exigida: a memória de uma delas. Eles forçaram a própria Mnemo – uma criança na época – a escolher a de quem seria apagada. Convicta do que deveria ser feito, a criança decidiu carregar todo o fardo consigo, pedindo que a de sua mãe que fosse apagada. Emmily continuou com sua vida mundana, enquanto a menina partiu para um caminho onde queria não ter que confrontá-la novamente, por medo do que poderia lhe acontecer.
Vagou por muitos anos sozinha em Fantasy World, estudando, pesquisando e treinando por conta própria, fora a ajuda que recebia só pelo conforto que sua aura causava nas pessoas. Entrou para a Shinrakuen e foi posta como sub-capitã da 8ª divisão. Por mais que fosse desconfortável viver sob aquele regime, era isso que tinha de pagar para ter acesso ao conteúdo das magias ancestrais, sempre à procura de um meio para trazer a memória de sua mãe de volta. Contudo, Emmily descobriu o mundo mágico por acidente, enquanto procurava por aquela parte de si que, mesmo que não se lembrasse, sabia que estava em algum lugar, sendo condenada e assassinada bem à frente da própria filha. Mnemo, pela primeira e – que ela reze – última vez, explodiu nas emoções de ódio, remorso e angústia, liberando sua forma de Kaishin. Após esse acontecimento, ela mesma se desvincula da Shinrakuen, tomada por uma dor gigantesca por não ter protegido a pessoa que mais amava. Tempos depois, recebeu um pedido para que se tornasse uma Bispa em Ishmarei. Aceitou depois de muito refletir, esperando poder encontrar um novo sentido, um novo dever à sua própria vida.
Aparência: Normal || Baile || Inverno || Kaishin || Celestial




Because the Dazzling Sun
http://scattered-rose.tumblr.com/

4 Re: Inscrições para os Bispos - em Seg Out 12, 2015 5:05 pm

Alaena

avatar
Admin. Alaena
Admin. Alaena
Nome: Hysteria Aries Arcalimë
Idade: Desconhecida.
Poder: Telepatia e Luz | S+

Origem: Serafim (Ancardia).
Família: Hyacint e Ellaith (Pais) e Hylla (Irmã) [Mortos].
Função:  Bispa responsável por Alterar Memórias.

Personalidade: De uma calma admirável, Hysteria nunca perde o controle sobre si mesma ou suas emoções, sempre usando uma máscara fria e inquebrável. Antes era extremamente fria, sem jamais pensar no sentimento alheio ou com o mínimo de empatia pelas pessoas, de outra perspectiva poderia se dizer que ela era extremamente egoísta. Entretanto, Hysteria aprendeu com seus erros e se tornou uma pessoa um pouco mais afável e com consideração pelo sentimento dos outros, embora não seja muito boa em expressar isso. Racional ao extremo, jamais se deixa levar pelas suas emoções, sabendo controlar bem seus impulsos e analisar uma situação e pensar num plano antes de agir. Reservada, prefere ficar quieta no seu canto a conviver e criar mais laços com as pessoas, por ter medo de perdê-las. Enfrenta tudo de cabeça erguida, se mantendo firme mesmo nas situações mais difíceis. Não tem medo do destino e a morte não lhe assusta, porque sabe que nada pode ser pior do que a morte do seu povo. Hysteria não se permite, e talvez jamais irá se permitir amar alguém, pois tem medo que por amor deixe de pensar racionalmente e acabe fazendo algo que depois se arrependa.
História:
Spoiler:
Ancardia, um dia, foi uma Utopia: grandes terras verdes e férteis, água doce correndo em rios de um belíssimo azul, não havia guerra, fome ou miséria. Também era um dos primeiros mundos, criado por caos simultaneamente ao mundo dos deuses, entretanto, os dois jamais se conectaram devido à inexistência de portais. Todos viviam em harmonia, liderados pelos Quatro Arcanjos, seres de um poder inigualável, escolhidos pelo deus do povo, Rahab, e que exibiam seu poder numa beleza notável de cabelos loiros claros e belíssimos olhos prateados. Os quatro arcanjos estavam equilibrados numa delicada balança, porém, esse equilíbrio seria perturbado e seria mudado para sempre quando a segunda filha de Hyacint e Ellaith Arclimë. Quando a mãe e o pai viram os olhos prateados de sua caçula a princípio ficaram confusos, mas depois, a Hyacint começou a soluçar e chorar sem parar e Ellaith não conseguia segurar as lágrimas, ambos sabiam o que os olhos significavam: Hysteria era o quinto arcanjo, e teria de abrir mão da filha. E dois dias depois, Abaddon apareceu na porta deles, e levou a menina para longe, prometendo cuidar dela. Hylla assistia tudo, imensamente triste pela situação de seus pais e frustrada por ter sua irmã tirada de si. A criança foi levada para o belíssimo palácio onde viviam os Arcanjos e lá foi criada, recebendo visitas periódicas de sua irmã mais velha. Entretanto, quando tinha oito anos, tudo mudou. Caos, revoltado pelos serafins terem seu próprio deus e não acreditarem nele como divindade suprema, mandou seus arautos, e os primeiros guardiões elementais destruírem o mundo. Os arcanjos e Hylla prenderam a menina e o medo de morrer fê-la fechar-se tanto em si mesma que Caos não sentiu sua presença, consequentemente não a matou. Ao fim dor morticínio, a bela Ancardia era uma terra assombrada, coberta de gelo e por um frio tão grande que chegava as profundezas da alma. Quando acordou, a sobrevivente caminhou pela terra, gritou por alguém, mas seus gritos nunca foram ouvidos. Então, uma voz soou, era o destruidor de seu mundo. Estava impressionado pelo poder dela, mas também furioso por um deles ter sobrevivido, a amaldiçoou. Selou o poder dela de um modo que se tentasse usá-lo seria destruída no processo, e a condenou a viver eternamente, sem jamais poder encontrar a paz. Sem saber como abriu um portal dimensional, mas acabou presa num paradoxo entre as dimensões e os universos. Ela enlouqueceu, mas pouco a pouco voltou a ser sã. Quando isso aconteceu, descobriu que aquele paradoxo continham informações sobre os portais e caminhos entre as dimensões, além de conhecimentos dos povos, Hysteria estudou e estudou, conhecendo os mistérios do universo. Tornou-se um ser ancestral, o único ser que soube da queda da sua civilização, ela fechou a passagem dimensional para Ancardia com a esperança de que ninguém nunca entrasse naquele mundo frio e morto, onde seu corpo repousava. Juntou-se a Getsukai por querer aniquilar os guardiões da era, pois temia que destruíssem o mundo. Entretanto, acabou percebendo que a grande destruição viria se Near tivesse sucesso e mesmo hesitante, desertou da Getsukai. Pouco tempo depois recebeu a carta convidando-a a ser uma Bispa em Ishmarei, e logo aceitou, visando um novo começo para si.
Aparência: Normal || Baile || Inverno || Original
   




I burn, I freeze; I am never warm.
I am rigid; I forgot softness because it did not serve me.
http://ladyrosier.tumblr.com

5 Re: Inscrições para os Bispos - em Seg Out 12, 2015 5:20 pm

Elyss

avatar
Admin. Elyss
Admin. Elyss
Nome: Selenne Thernn Nermain
Idade: 28 anos
Poder: Etéreos e Negação | S+

Origem: El Meyunith
Família: Desconhecida.
Função: Bispa responsável por Proteger Sacred Stone.

Personalidade: Por detrás de suas maneiras gentis e fala mansa existe uma guerreira destemida e fiel aos seus ideais, que há muito desistiu de permitir que outros ditassem seu destino por ela. Contudo, tem certa inocência quanto a um aspecto ou outro do mundo, resultado de ter passado a maior parte de sua vida reclusa em um templo, bem como um comportamento infantil quando se encontra relaxada. Aceita regras e limitações, contanto que estas tenham fundamento, senão pode contar que será a primeira a contestá-los, atitude esta que fez com que lutasse contra a opressão em sua terra natal e modificasse o que antes eram dogmas. Como resultado de seu jeito doce e de suas grandes habilidades sociais ganhou o título de "Siyura Selenne" que, ironicamente, pode ser tanto traduzido de sua língua materna como "Santa Selenne" ou "Defensora Selenne". Pode não parecer, mas pelas suas experiências e provações de vida se tornou extremamente sábia e compreensiva, dificilmente dividindo o mundo entre "mocinhos" e "vilões", acreditando no potencial de todos os seres tanto para o bem quanto para o mal. No entanto, não suporta exageros ou desigualdades, defendendo quase que cegamente uma vida simples e escusa de luxos.
História:
Spoiler:
: A origem de seu mundo está ligada a duas entidades gêmeas, porém opostas no que representam. Para manter a prosperidade em seu mundo, tais entidades abençoam, de tempos em tempos, uma criança para ser porta-voz de suas vontades. Tal Arauto pode ser tanto um mensageiro da paz quanto um líder de guerra, dependendo de qual entidade ele estiver mais ligado, contudo, sempre possuirá duas características: os olhos heterocromáticos (um verde e outro azul) e poderes espirituais. Assim, tais figuras foram concebidas como o centro da fé na maior parte de El Meyunith e líderes religiosos da nação. Contudo, enquanto as eras desse mundo passavam, um grande mal nascia e crescia sob seu templo, um mal tão grande que para ser aprisionado nas profundezas daquele mundo precisou separar eternamente duas entidades cósmicas.
Foi na era atual que tal mal conseguiu, enfim, se libertar de sua prisão, trazendo destruição e ruínas para todo um mundo. Selenne, a criança escolhida para ser abençoada pelos deuses, foi escoltada para longe da capital em segurança, mas tal esforço necessitou do sacrifício de centenas de fieis. Destroçada pelas vidas perdidas, foi durante tal fuga que decidiu acabar com a vida que levava. Até então fora criada na reclusão, presa sob quatro paredes e com o mínimo contato com o mundo exterior possível, frutos de uma religião que se corrompeu com o tempo e esqueceu suas raízes. Selenne desapareceu e por muitos anos foi dada como morta, pois como poderia uma menina sobreviver em meio ao caos que aquele mundo se encontrava? Por um breve momento, a esperança estava perdida.

Nos pontos mais extremos de seu mundo, onde as forças do Mal Herege ainda não haviam chegado, Selenne encontrou abrigo, mas não apenas isso. Ela também encontrou mestres que a treinaram no aperfeiçoamento de seus poderes espirituais. Com corpo, mente e alma em equilíbrio, ela também encontrou a harmonia entre as energias da paz e da guerra, conseguindo ultrapassar os limites de suas habilidades e transcender até um novo nível. Com o final de seu treinamento, ela voltou até sua terra natal para cumprir seu dever de derrotar o inimigo das profundezas de seu mundo, contudo, por ter fugido de seu dever como Arauto, foi chamada por muitos de "Traidora dos Deuses", mas ela não se arrependeu de sua escolha. Marchou sozinha em pleno campo de batalha e em uma luta que durou 9 noites conseguiu não só derrotar as forças inimigas, como também expulsar completamente o Mal Herege de seu mundo. A testemunharem sua nova força, as pessoas abandonaram seu preconceito inicial e passaram a lhe chamar de Siyura Selenne. A partir de então, ela voltou à posição de liderança religiosa, mas em vez de voltar a ser apenas uma marionete, ela reconstruiu seu mundo e conceitos corruptos que há centenas de anos haviam sido implantados.Mais tarde, ela recebe uma carta convidando-a a atuar como Bispa em Ishmarei e aceita sua nova função ao entender que seu mundo já estava no caminho certo.
Aparência: Normal || Baile || Inverno




Because the Dazzling Sun
http://scattered-rose.tumblr.com/

6 Re: Inscrições para os Bispos - em Dom Fev 28, 2016 11:29 pm

Achlys

avatar
Achlys
Achlys
O tópico será trancado visto que todas as inscrições necessárias para esse grupo de personagens foram feitas.

Para mais informações sobre o cargo de bispos, visite este tópico, enquanto para uma breve apresentação sobre os NPC's controlados pelas administradoras que ocupam os últimos cargos disponíveis, verifique este tópico.





- ❇ the gods play their games
http://cronicasdevelimir.ativo-forum.com/forum

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum