Crônicas de Vëlimir
Seja bem vindo, ó nobre aventureiro ~! Que os bardos cantem a vossa glória na jornada que se apresenta diante de ti.

Inscreva-se no universo de Vëlimir e venha vivenciar diversas aventuras ao lado dos Guardiões dos Elementos!

Conheça o Universo de Vëlimir e divirta-se!

Venha participar do universo de fantasia de Vëlimir no RPG "Os Guardiões dos Elementos"! Torne-se um novo herói ou um vilão e deixe aqui a tua marca ~!

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

L'Achènfleur

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 L'Achènfleur em Dom Fev 14, 2016 1:45 am

Achlys

avatar
Achlys
Achlys

Onde residem Deiryne e Krevan.





- ❇ the gods play their games
http://cronicasdevelimir.ativo-forum.com/forum

2 Re: L'Achènfleur em Dom Fev 14, 2016 1:53 am

Achlys

avatar
Achlys
Achlys





- ❇ the gods play their games
http://cronicasdevelimir.ativo-forum.com/forum

3 Re: L'Achènfleur em Seg Jul 25, 2016 7:02 pm

Elyss

avatar
Admin. Elyss
Admin. Elyss


Ele esperava do lado de fora há algum tempo, já completamente arrumado. Estava todo impecável, havendo passado vários minutos na frente do espelho só para ter certeza de que assim o fosse - o broche em formato de um jasmim feito de outro branco prendia a gravata do traje, este feito em cores claras como o branco e o prata. Por dentro do paletó, e até mesmo onde a aba virava para o lado de fora, um intricado desenho de vinhas ao estilo rococó de Tellius se desenhava, dando um ar elegante à composição.

Sua mãe estava atrasada há alguns minutos, e eles já deveriam ter saído pelo horário, mas ele não ousaria falar nada. Não cabia à ele cobrar nada dela, necessitando apenas cumprir seu papel de acordo. Ele abanou a cabeça, dispersando os pensamentos e voltando a colocar os braços atrás do corpo.



Ela saiu de casa, sendo conduzida com o auxílio de um empregado para fora enquanto sorria a olhar para uma pequena tela iluminada. Não parecia nem um pouco preocupada com o horário, e isso porque não estava mesmo. De que adiantava chegar mais cedo e ser a mesmo informada do grande salão? Como embaixadora, nada.

O par do príncipe lhe chamou a atenção, mas, mais ainda, foi o sorriso que se abriu ao ver quem estava do lado da princesa de acordo com as primeiras imagens do evento: ninguém menos que o herdeiro dos Stormshadow, Jacen. Podia ser mais conveniente? Certamente, se fosse seu próprio filho ali, mas, de qualquer maneira, já era um avanço para Tellius em qualquer negociação, afinal, Ekalyon não era conhecido por ser o reino mais austero.

Ela parou quando o filho se aproximou para se apresentar e receber a mão da mãe, encarregado de conduzi-la respeitosamente até o veículo que os levaria até o baile.

- Esperou muito, querido? - ela perguntou, mas pelo tom que usou, apenas por cortesia: sabia que sim, mas dificilmente se importaria. Em seguida correu os olhos de cima a baixo para os trajes do filho, como se o analisasse. - O broche está torto querido, melhor arrumar isso. - ela diz com um tom gentil, mas que, para Krevan, não foi melhor do que um tapa.

Na sua cabeça, ela tinha de julgá-lo da mesma forma que qualquer desconhecido o julgaria e trataria, pois não era como se o mundo fosse tratá-lo mais gentilmente por ser um garoto - muito pelo contrário. Ela se apressou a entrar no carro, tomando cuidado com o vestido.

O vestido em si era branco e "simples": um tomara que caia com corte de coração e caimento reto, de duas camadas, a primeira em pura ceda branca, e a segunda feita inteiramente de pedras preciosas brancas, verdes e rosadas que davam cor ao vestido, algumas caindo em tiras separadas até a altura dos tornozelos. No entanto, o que mais chamaria atenção seria as plumas graciosas que atravessavam do lado esquerdo por uma tira até caírem completamente sobre o braço direito. Uma peça suntuosa, e bem ao estilo de Tellius.

Os cabelos loiros e rosados estavam soltos, emoldurando uma maquiagem clara e trabalhada que lhe davam um aspecto simpático e feminino, usando tons de rosa claro e branco. De tudo, evidenciavam como Deiryne era uma mulher linda e, mesmo que não chamasse atenção por excesso de acessórios ou brilho, que havia algo em suas feições que fazia com que ficasse difícil de desviar os olhos dela.

Ao ser seguida pelo filho no carro, ela dá o comando para que o motorista desse a partida e seguisse para o palácio real.




Because the Dazzling Sun
http://scattered-rose.tumblr.com/

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum